07/05/2020

DEU A LOUCA NA SIRI


Imagina se seu telefone começasse a ter autonomia, mandar em você, nas coisas que compra, diz, fala, tuita, posta e fotografa. Esse é o plot de Jexi, um Celular Sem Filtro, comédia estrelada por Adam Devine. E é basicamente isso.





A ideia meio "cópia" de Ela (Her) na versão sem qualquer pingo de poesia e inteligência, é só uma sátira vagabunda e crítica bem vazia à dependência de cada dia com os nossos celulares. Smartphone, stupid people, já dizia o filósofo moderno. 

O fofo Adam Devine possui carisma e carrega nas costas uma comédia que já começa e termina do mesmo jeito: saturada. E prepare-se para momentos embaraçosos como trepar com a Siri, ou no caso, Jexi. Isso mesmo, trepar. com. o. celular. A cena envolve cabos, carregadores, gemidos e orifícios. Cuidado com a quarentena.

Foto: Reprodução

O filme comprova um fato, nada relacionado com o longa (ui) em si. O comediante, de fato, ama mostrar seu pênis orgulhosamente nas câmeras. Tem swing pra mim, tem swing pra você. É o segundo filme, quase consecutivo que a beldade não hesita em desbravar seus dotes para o mundo. Lembras de Perda Total? Então...

O pênis, dessa vez, não tem na Netflix mas, tem na Amazon Prime.

But first let me take a selfie...

Nenhum comentário:

Postar um comentário