20/02/2020

SOBRE 'HIGH ROAD' DA KESHA


Kesha está fazendo tudo certinho, clipes incríveis, popzão libertador, confissões contraditórias, celebração, auto-ajuda responsável e leves experimentações. Em High Road, podemos sentir a cantora mais leve e livre, tipo o pós traumático pelo que passou com seu ex parceiro e produtor malvado, seja na exposição, apontar dedos e tribunais. Aqui seu reencontro com festas, amigos, rodinhas de cerveja, vinho e violão é legado, lembrando a Kesha que conhecemos toda suja de glitter, fedendo a whisky caro. Ou whiskey, dependendo da região de origem.

Fotos: Reprodução Instagram

Nesse caminhar de fazer "tudo certo", ela prova ser artista de fato e não mais um sub produto. Não que precisasse provar mais nada disso, vide o maravilhoso Rainbow. Ela é compositora das boas, melody maker sabidinha, atenta e antenada, ativista, femininista, amiga das yags, unicórnios e trans. Sua verdade é linda e Kesha inspira.

Ela diz a vida é foda, manas e tudo bem, canta pra subir e rebola essa raba afinal você é linda, tá viva e vai dar a volta por cima. Auto-ajuda responsável é isso! We get it that you’ve been through a lot of shit / But life’s a bitch, so come on, shake your tits and fuck it.” Conselhos de miga né? E isso de enxergar o positivo no parâmetro do caos, reflete todo seu novo disco.





Tem tema de Super Mario Bros, tem farofa despudorada, tem hip pop, tem bacon crispy, tem baladinha, tem voz e violão, tem Elton John vibes, tem chiclete, tem circo, tem country folk fofo, tem letra boba, tem letra profunda, tem ela no telefone com a mãe, tem drama queen, tem queen drama, tem Tik Tok versão 2020, tem tudo que podemos esperar de Kesha. Bye bye cifrão do nome! O leque de potenciais hits e singles é grande. E sim, toda essa "baderna" preservada numa redoma de cristal coesa protegida por fadas.

Kesha está de volta, definitivamente. No banco da frente, guiando seu carro conversível azul turquesa, pegando as amigas prum rolê que todo mundo gostaria de fazer parte. E de uma forma ou outra, todas estão nele. High Road é passeio com mais acertos do que erros. Não há consequências ruins, só bons presságios. Não dá valor quem não está prestando atenção. 


OUÇA HIGH ROAD!

Um comentário:

  1. Concordo muito com você. Pena que as bees não estão dando o valor pra essa maravilha.

    ResponderExcluir