22/01/2020

SOBRE A SEGUNDA TEMPORADA DE 'SEX EDUCATION'


Sex Education chegou de mansinho ano passado e conquistou uma legião de fãs. Merecidamente. A série sobre as desventuras sexuais de um grupo de adolescentes numa pacata cidade inglesa é genial e possui destreza invejável de falar sobre sexo sem apelar para a idiotice e desvios papelões. É tipo um American Pie só que com cérebro.  Humor norte-americano vs. humor inglês. Adivinha quem leva a melhor?

Foto: Divulgação Netflix

Agora acompanhamos a mãe de Otis infiltrando-se no colégio e arruinando seu negócio de conselhos afeto-sexuais. E muito será dito sobre o abismo entre ela e seus relacionamentos. Também observamos a depressão e solidão de Adam, esse sendo o grande ponto baixo da temporada, o personagem é muito mal aproveitado e deixado de escanteio, de reserva para uma futura season. É meio questionável também alguns recursos batidos, cacoetes de novela usados lá no fim mas a gente perdoa. Ainda mais depois de uma aula sobre como fazer a ducha anal.





E finalmente testemunhamos as pazes de Otis com seu pênis num plano de edição genial logo no primeiro episódio. Mas, obviamente, essa conexão está longe de trazer qualquer calma para o paspalhão rapaz. Também temos uma nova paixão para Eric, assim como outras muitas vertentes de um assunto tão amplo e complexo como a sexualidade humana. O tom da série nunca foi o esculacho e nunca desconversa o que está em curso, o papo é reto, o coito, lindo. Ela também continua abraçando toda uma gama de possibilidades sem qualquer preconceito e frivolidades. O drama é outro. As coisas são como são. Sexo é isso aí e bora ser feliz!

A chegada de um novo vizinho na comunidade de Maeve vai afetar todo o destrinchar que fica prometido para uma terceira temporada. Pouca coisa acontece de fato nessa segunda temporada e quase nenhum conselho é "vendido", nem por isso roteiro perde o rumo e segue respeitando a essência de cada personagem e suas jornadas. O clima é de preparo. O tema até pode ser sexo mas o foco é outro. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário